Sumário

I - Estabelecendo-se no artigo 52 do Estatuto da Empresa "Imprensa nacional - Casa da Moeda, E.P." (decreto-lei n. 331/81 de 7 de Dezembro) que ao regime juridico do pessoal são aplicaveis as leis gerais do contrato individual de trabalho, as convenções colectivas de trabalho que obriguem a empresa e o estatuto pessoal da empresa, importa definir a sua relação hierarquica e que e a seguinte: a) regras constitucionais; b) normas internacionais: tratados ou convenções internacionais ratificados; c) normas legais: leis, decretos-leis e decretos regulamentares; d) instrumentos de regulamentação colectiva: contrato colectivo, acordo de empresa, acordo de adesão, decisão arbitral, portarias de regulamentação e portarias de extensão; e) contrato individual de trabalho; f) uso da profissão do trabalhador e da empresa; g) regulamentos da empresa emanados da autoridade patronal.
II - Dizendo-se nos artigos 12 e 13 da LCT de 1969 que os contratos de trabalho estão sujeitos as normas legais de regulamentação previstas nas varias fontes de direito e que as fontes de direito superiores prevalecem sobre as fontes inferiores, salvo na parte em que estas estabelecem tratamento mais favoravel ao trabalhador, sem oposição daquelas, e de aplicar o horario de trabalho de 35 horas semanais fixado imperativamente no Acordo da Empresa, ainda que o contrato individual de trabalho consagre um tratamento mais favoravel.

Decisão

NEGADA A REVISTA.

Conexões do processo:

Mostrar gráfico

Classificação Decimal Universal (CDU):

Sugerir área temática

Esta decisão foi disponibilizada publicamente pelo Instituto das Tecnologias de Informação na Justiça.

Como parte de um esforço constante de proteção de dados pessoais, este processo foi atualizado a 30 Jun. 2014. Até agora, foi atualizado 1 vez.
Topo