Resolução da Assembleia Legislativa da Região Autónoma da Madeira n.º 2/2021/M


Diário da República n.º 5/2021, Série I de 2021-01-08

Região Autónoma da Madeira - Assembleia Legislativa

Sumário

Constitui uma comissão parlamentar de inquérito sobre «o contrato de concessão de serviços públicos denominado 'Administração e Exploração da Zona Franca da Madeira ou Centro Internacional de Negócios da Madeira' e a aquisição de capital social da Sociedade de Desenvolvimento da Madeira, S. A.»

Texto completo:


Resolução da Assembleia Legislativa da Região Autónoma da Madeira n.º 2/2021/M

Sumário: Constitui uma comissão parlamentar de inquérito sobre «o contrato de concessão de serviços públicos denominado 'Administração e Exploração da Zona Franca da Madeira ou Centro Internacional de Negócios da Madeira' e a aquisição de capital social da Sociedade de Desenvolvimento da Madeira, S. A.».

Constitui uma comissão parlamentar de inquérito sobre «o contrato de concessão de serviços públicos denominado 'Administração e Exploração da Zona Franca da Madeira ou Centro Internacional de Negócios da Madeira' e a aquisição de capital social da Sociedade de Desenvolvimento da Madeira, S. A.»

A Assembleia Legislativa da Região Autónoma da Madeira, nos termos do n.º 14 do artigo 50.º do Estatuto Político-Administrativo da Região Autónoma da Madeira, aprovado pela Lei n.º 13/91 , de 5 de junho, revisto e alterado pelas Leis n.os 130/99 , de 21 de agosto, e 12/2000 , de 21 de junho, e da alínea b) do n.º 2 do artigo 2.º, conjugado com a alínea b) do n.º 4 do artigo 2.º-A, ambos do Decreto Regional n.º 23/78/M , de 29 de abril, com a redação conferida pelo Decreto Legislativo Regional n.º 23/2017/M , de 2 de agosto, constitui uma comissão parlamentar de inquérito sobre «o contrato de concessão de serviços públicos denominado 'Administração e Exploração da Zona Franca da Madeira ou Centro Internacional de Negócios da Madeira' e a aquisição de capital social da Sociedade de Desenvolvimento da Madeira, S. A.», a qual deverá apresentar um relatório com as conclusões da avaliação no prazo de 180 dias após o início dos seus trabalhos, com o seguinte objeto a apurar, de acordo com o requerimento subscrito pelos dez deputados requerentes:

«1) A política de gestão e exploração do CINM levada a efeito pela SDM, considerando que exerce uma atividade de interesse público;

2) Da sustentabilidade e viabilidade da manutenção da SDM, enquanto entidade que explora e gere a ZFM;

3) Qual a estratégia adotada pela RAM para garantir a continuidade da gestão e exploração do CINM;

4) Se essa estratégia se compatibiliza com as recomendações emitidas pelo Tribunal de Contas e observa a disciplina normativa do direito nacional e comunitário, nomeadamente da Diretiva 2014/23/EU , quanto às concessões de serviços públicos;

5) Quais as consequências da aquisição do capital social da SDM detido por privados, nomeadamente, se daí resultam factos supervenientes imputáveis à concedente que se traduzam em encargos públicos, e, por outro lado, quais os benefícios para a Região, tendo em consideração, designadamente o património detido e administrado pela SDM;

6) Que contrapartida para os privados, devidas pela aquisição do capital social da SDM, se encontram a ser negociadas.»

Assinada em 18 de dezembro de 2020.

O Presidente da Assembleia Legislativa, José Manuel de Sousa Rodrigues.

113855361

Link externo

Esta publicação foi disponibilizada publicamente pelo Diário da República Eletrónico.
Esta página não dispensa a leitura da versão original publicada no Jornal Oficial
Anotação