Artigo

Responsabilidade civil do médico na cirurgia plástica estética

Revista Direito e Liberdade, Vol. 3, No. 2, 29-58


Ana Orgette de Souza Fernandes Vieira

Sinopse:


A responsabilidade civil do médico na cirurgia plástica estética deve ser apurada subjetivamente, ou seja, mediante prova de culpa, de acordo com as disposições do código de defesa do consumidor. contudo, como nesse tipo de procedimento há previsão de resultado certo e determinado, ao contrário dos outros procedimentos médicos que constituem obrigações de meio, é importante a aplicação mais abrangente da inversão do ônus da prova, a fim de que o profissional demonstre a diligência de sua conduta.

Palavras-chave:


Ficha técnica

Título: Responsabilidade civil do médico na cirurgia plástica estética

Autor(es): Ana Orgette de Souza Fernandes Vieira

Páginas: 30

Copyright (revista): CC Outro

Decisão