Artigo

O impacto ambiental do hiperconsumo na sociedade moderna: as políticas públicas de suste

Revista Jurídica do Centro Universitário Curitiba, Vol. 3, No. 44, 232-256


Agostinho Oli Koppe Pereira, Cleide Calgaro

Sinopse:


No presente trabalho busca-se analisar os impactos ambientais causados pelo hiperconsumo ao meio ambiente na sociedade moderna. Observa-se que até mesmo as políticas de preservação ambiental passam pelo viés hiperconsumista, onde “preservar é uma possibilidade de lucrar”. Deste modo, propõem-se o desenvolvimento de políticas públicas de sustentabilidade local onde os cidadãos percebam a importância de suas ações para a preservação ambiental, pois, se esses cidadãos possuírem o sentimento de pertencimento ao espaço local pode contribuir para a minimização dos impactos ao meio ambiente causado pelo consumo desregrado de produtos. PALAVRAS-CHAVE: Meio ambiente; Hiperconsumo; Políticas Públicas de Sustentabilidade; Sociedade moderna; Democracia; ABSTRACT In the present work seeks to analyze the environmental impacts caused by hyperconsumption the environment in modern society. It is observed that even environmental conservation policies go through hiperconsumista bias, where "preserve is a possibility of profit." Thus, the development of public policies for local sustainability are proposed where citizens realize the importance of their actions for environmental preservation, because if these people having the feeling of belonging to the local space can contribute to minimizing impacts to the environment caused by unregulated consumer products. KEYWORDS: Environment; Hyperconsumption; Public Sustainability policies; Modern society; Democracy;

Ficha técnica

Título: O impacto ambiental do hiperconsumo na sociedade moderna: as políticas públicas de suste

Outras informações: Revista Jurídica do Centro Universitário Curitiba, Vol. 3, No. 44, 232-256

Autor(es): Agostinho Oli Koppe Pereira, Cleide Calgaro

Copyright (revista): CC BY

Decisão