Artigo

Reflexões sobre a operacionalização do pnae nas escolas estaduais de passo fundo (rs)

REDES - Revista do Desenvolvimento Regional, Vol. 24, No. 1, 163-186


David Basso, Indaia Dias Lopes, Volmir Ribeiro Do Amaral

Sobre:

O programa nacional de alimentação escolar (pnae) é um dos maiores e mais antigos programas de alimentação escolar do mundo. a lei nº 11.947/2009 tornou obrigatória a inclusão de produtos da agricultura familiar na alimentação escolar. a efetividade do pnae depende de como ocorre a interação dos atores que fazem a gestão do programa no nível local. o objetivo deste trabalho é analisar a operacionalização do pnae nas escolas estaduais de passo fundo em relação às aquisições da agricultura familiar. agricultura familiar e mercados institucionais constituíram a base teórico-conceitual para a análise dos resultados. trata-se de pesquisa explicativa, com abordagem qualitativa, com dados coletados por meio de entrevistas. as escolas estaduais de passo fundo utilizam a gestão escolarizada, onde cada escola administra os recursos da alimentação escolar. entre agosto de 2014 e junho de 2016 as escolas estaduais de passo fundo utilizaram-se da chamada pública unificada, conduzida pela 7ª coordenadoria regional de educação, a partir das demandas individualizadas das escolas, para adquirir produtos da agricultura familiar. até junho de 2013 e após agosto de 2016 este tipo de aquisições foi feito por meio de chamadas públicas individuais. dentre as conclusões do estudo, evidenciou-se que a realização das chamas públicas unificadas qualificou a operacionalização do pnae em passo fundo, facilitando a execução do programa para as escolas, ampliando a participação da agricultura familiar regional.

Ficha técnica

Título: Reflexões sobre a operacionalização do pnae nas escolas estaduais de passo fundo (rs)

Autor(es): David Basso, Indaia Dias Lopes, Volmir Ribeiro do Amaral

Páginas: 9

Copyright (revista): CC BY

Decisão